0

E a notícia que “pegou muita gente de surpresa”? A iTown, uma das revendas autorizadas da Apple, fechou todas as suas lojas. A decisão foi tomada pela Saraiva, empresa responsável pela rede iTown. Além da iTown, a FNAC encerrou suas operações no Brasil e a Livraria Cultura entrou com um pedido de recuperação judicial.

A Saraiva se encontra com uma dívida líquida de R$ 285 milhões, além disso a empresa não conta mais com o contrato junto à Apple. A iTown era uma Apple Premium Reseller, esse tipo de loja complementa as atividades da Apple em locais em que ela ainda não possui uma loja oficial.

A iTown possuía lojas em Salvador (BA); Goiânia (GO); Recife (PE); Rio de Janeiro (RJ); Vitória (ES) e Natal (RN). Além da venda de produtos Apple, a iTown oferecia cursos, workshops, assistência e suporte técnico.

O mais interessante e o que pode mostrar uma das principais razões pelo qual a iTown fechou suas portas está no preço do iPhone. Um artigo feito pelo Rodrigo Ghedin para o site Manual do Usuário diz o seguinte: “o preço do iPhone nunca subiu tanto no Brasil como em 2018“.

O smartphone mais barato da Apple, no Brasil, custa R$5.199. O iPhone 4S quando foi lançado no Brasil custava R$2.099. No acumulado dos últimos 12 meses contados a partir de setembro de 2018, a inflação no Brasil foi de 4,52% (IPCA). O dólar entre o lançamento do iPhone 8 (3/11/2017) e o anúncio do preço brasileiro do iPhone XR (30/10/2018), subiu 11,81%.

Ou seja, não adianta colocar a desculpa nos impostos ou mesmo na alta do dólar (que vem sofrendo uma enorme queda nos últimos meses). Vendido na Apple Store, o iPhone XR custa R$5.199, no Mercado Livre é possível encontrar por R$4.780. Nos Estados Unidos, é possível comprar por R$2.770. Ou seja, o iPhone é praticamente vendido pelo dobro do preço no Brasil. Enquanto isso, o modelo TOP de linha da Samsung, o Note 9 está custando R$6.499 (com 512 GB de espaço em disco e 8 GB de RAM). Em contrapartida, o modelo TOP de linha da Apple, o iPhone XS Max com 512 GB de espaço custa a bagatela de R$9.999 (meu notebook custou menos do que isso).

Não é surpresa que a iTown tenha fechado suas portas, assim como muitas outras revendedoras autorizadas. Pouca gente está disposta à pagar mais de R$5.000 em um smartphone.

Aos que ainda procuram um revendedor autorizado Apple, a iPlace possui lojas em diversos estados (inclusive aqui em Recife). A empresa possui mais de 130 lojas em todo o país, aqui tem uma lista de todas elas.

Oferta de última hora: Motorola Moto G5s Plus

Previous article

[Guia de Smartphones] Qual o melhor celular até R$1.000?

Next article

You may also like

Comments

Deixe uma resposta

More in Tecnologia